Física
Felipe AntunesPor: Felipe Antunes
17/03/2022- 17:17:07
-
Tam. da fonte
+
Com contraste
Sem contraste

 

Aurora polar é um fenômeno visual que acontece em regiões polares, pois são provocadas por causa do impacto das partículas de vento solar com a alta atmosfera da Terra. Quando esses espetáculos naturais acontecem, luzes coloridas são formadas e começam a se mover no céu durante horas. Apesar das auroras polares acontecem durante o período noturno, elas são provocadas pelo Sol.

Em todo globo terrestre apenas 11 regiões têm o privilégio de receber as auroras polares. Nos hemisférios norte: no Canadá, Alasca (EUA), Groenlândia (Dinamarca), Islândia, Noruega, Suécia, Finlândia e Rússia. E ao sul: na Nova Zelândia, Argentina e Antártida. Os meses de setembro e março são as principais do ano em que o fenômeno aconteça.

A aurora polar é um fenômeno óptico e luminoso que ocorre nas proximidades das zonas polares através das partículas energizadas vindas do Sol. Tais partículas compostas por prótons e elétrons ultrapassam as linhas magnéticas do planeta e ao entrar em contato com os gases atmosféricos provocam os efeitos luminosos que podem ser em forma de mancha, raio, arco faixa ou véu e ainda diferentes cores, como verde, vermelho, violeta e azul. Os gases que em contato com tais partículas promovem tais efeitos são oxigênio e nitrogênio.

Como citado anteriormente, a aurora polar ocorre próximo ás zonas polares. Aurora Boreal é o nome dado ao fenômeno quando esse ocorre no hemisfério norte enquanto Aurora Austral é o nome dado ao fenômeno quando ocorre no hemisfério sul. Tais fenômenos podem ocorrer tanto no verão quanto no inverno, porém é dificilmente visto durante o verão, porém é dificilmente visto durante o verão, pois se torna invisível à luz do dia nesse período.

As auroras não são particularidades da Terra, pois como é um fenômeno externo pode vir a ocorrer em outros planetas próximos ao Sol, como Vênus, Marte, Saturno e Júpiter.

VEJA TAMBÉM

28/04/2022
Jogos comparativos
Jogos comparativosO precursor dos jogos cooperativos foi o educador americano Ted Lentz.