Filosofia Iluminista

Foi um movimento intelectual, filosófico e cultural que surgiu na Europa

06/10/2021- 23:09:19
🚀 Postado por: Felipe Antunes

Conceito

-Foi um movimento intelectual, filosófico e cultural que surgiu na Europa;

-Foi um movimento que defendeu o uso da razão contra o antigo regime e pregava maior liberdade econômica e política;

-Promoveu mudanças políticas, econômicas e sociais;

-Foi baseado em 3 ideais: liberdade, igualdade e fraternidade;

-Os ideais iluministas inspiraram também os movimentos de independência da América latina e dos Estados Unidos

Contexto histórico

-No século XVIII, as ideias iluministas ganharam a Europa e geraram intensas mudanças;

-Surgiu como uma reação ao Absolutismo que dominava a Europa;

-A diferença entre as classes sociais, o pagamento de altas quantias de imposto, a fome, os privilégios do rei, do clero e da nobreza permitiram que a filosofia iluminista se propagasse entre as classes mais baixas da França;

-Esse conjunto de descontentamentos por parte da população levou à Revolução Francesa, que foi inspirada nas ideias iluministas e representa o principal marco desse movimento intelectual.

Características

-A razão era considerada o fator primordial e legítimo para o alcance da verdade e do conhecimento;

-Crítica ao mercantilismo,aos impostos abusivos,ao absolutismo e o acúmulo de riqueza de nobres e clero;

-Defesa do liberalismo econômico;

-Defesa da separação de Estado e Igreja;

-Avanço da ciência;

-Predomínio da burguesia;

-Ideais antropocêntricos, com o homem no centro da razão e do conhecimento.

Principais filósofos

Voltaire:

-Deu ênfase na questão da liberdade;

-Acreditava que o ser humano deveria ser livre para expressar sua

vida criativa, sem interferências de cunho moral e religioso;

-Era totalmente a favor da liberdade de imprensa e da liberdade

de expressão, além da liberdade religiosa e da tolerância;

-Para o pensador, o progresso da sociedade somente viria com o

reconhecimento dessas liberdades individuais e com o respeito e

a tolerância a todas as formas de pensar.

John Locke:

-Defendia a liberdade de expressão;

-Fundador do empirismo e do que hoje chamamos de liberalismo;

-Como representante do individualismo liberal, defendeu a

monarquia constitucional e representativa, que foi a forma de

governo estabelecida na Inglaterra, depois da Revolução de 1688.

Jean-Jacques Rousseau:

-Defendia a democracia direta onde cada indivíduo seria capaz de

participar de todas as decisões políticas;

-Ao contrário de todos os outros iluministas, Rousseau não

acreditava no individualismo, indo contra as teorias liberalistas da

época. Para ele, com a igualdade não seria possível que as pessoas

tivessem propriedades privadas, e que o bem estar social só seria

possível se a posse de bens acabasse.

Charles Montesquieu:

-Buscava por um conhecimento mais concreto, realista e cético;

-Em sua obra "O Espírito das Leis", elaborou uma teoria sociológica

que diz que a estrutura do governo e da lei de um país depende das

condições em que o povo vive, ou seja, o governo deveria ser

criado através do resultado de reflexões acerca do

desenvolvimento do país, não existia uma forma de governo ideal

que servisse para qualquer povo em qualquer época;

-A principal contribuição de Montesquieu é a divisão do poder em

legislativo, executivo e judiciário.

Adam Smith:

-Pregava a não intervenção do Estado na economia e um Estado

limitado às funções de guardião da segurança pública, mantenedor

da ordem e garantia da propriedade privada.

VEJA MAIS

11/10/2021
Bioética
BioéticaA bioética pode ser definida como o campo do conhecimento que combina conhecimento biológico com a reflexão sobre os valores humanos
11/10/2021
Ética e felicidade
Ética e felicidadeA moral se refere aos conceitos de certo e errado, bem e mal, e fazer o certo nem sempre é prazeroso.
11/10/2021
Filosofia existencialista
Filosofia existencialistaÉ uma corrente filosófica que surgiu no século XIX na França, a partir das ideias do filósofo dinamarquês Soren Kierkegaard

NOTÍCIAS