Língua Portuguesa
Felipe AntunesPor: Felipe Antunes
28/04/2022- 15:52:52 - Atualizado :28/04/2022- 16:04:56
-
Tam. da fonte
+
Com contraste
Sem contraste

O precursor dos jogos cooperativos foi o educador americano Ted Lentz. Sua origem remonta ao tempo das comunidades tribais, em que seus integrantes se reuniam com a finalidade de celebrar a vida.

Vários povos ancestrais no Alaska, na Austrália, na África, na Nova Guiné, no Norte e no Sul da América possuem registros históricos de experiências cooperativas, da forma como viviam, dançavam e realizavam seus ritos tradicionais. Essas tribos realizavam tarefas conjuntas, repartidas a todos os membros da comunidade. O trabalho de cada um era voltado em prol da comunidade em que viviam.

OS JOGOS COOPERATIVOS NO BRASIL

• Na década de 80, os jogos cooperativos começaram a ser difundidos.
• Em Brasília é fundada a Escola das Nações.
• Nas décadas seguintes, em São Paulo, Minas, Bahia e Rondônia, entre outras localidades, começaram a surgir publicações, trabalhos acadêmicos e projetos contemplando os jogos cooperativos.

OBJETIVO DOS JOGOS COOPERATIVOS

O objetivo primordial dos jogos cooperativos é criar oportunidades para aprendizado cooperativo e a interação cooperativa prazerosa.

DEFINIÇÃO DE JOGOS COOPERATIVOS

• São exercícios para compartilhar, unir pessoas, despertar a coragem para assumir riscos, tendo pouca preocupação com o fracasso e o sucesso em si mesmos, mas sim uma fonte de prazer. 
• Parceiros e não adversários.
• Cooperação benéfica e positiva.
• Nos Jogos Cooperativos cada indivíduo representa, com suas características, a força, que contribui para que todos se sintam contemplados com o resultado final.

IMPORTÂNCIA DOS JOGOS COOPERATIVOS

Possibilita a vivência da cooperação, da coletividade, do convívio, da diversidade e o aprender a fazer com o outro. É a prática do saber fazer coletivo.

JOGOS DE INVERSÃO:

• Quebram o padrão de times fixos, em que dependendo do jogo, os
jogadores trocam de times a todo instante, dificultando reconhecer
vencedores e perdedores.
• Favorece a consciência de interdependência, respeito, empatia,
valorização dos parceiros do jogo e diminuição da preocupação
excessiva com o resultado.

JOGOS DE INVERSÃO | RODÍZIO:

• Jogadores mudam de lado de acordo com situações
pré-estabelecidas.

JOGOS DE INVERSÃO | GOLEADOR:

• O jogador que marca o ponto (gol, cesta) muda para a outra equipe.

JOGOS DE INVERSÃO | PLACAR:

• O ponto (gol, cesta) conseguido é marcado para a outra equipe.

JOGOS DE INVERSÃO | TOTAL:

• Combinação de duas inversões anteriores. Tanto o jogador que fez o ponto como o ponto conseguido, passam para a outra equipe.

JOGOS DE QUEBRA-GELO E INTEGRAÇÃO:

• São jogos rápidos, que promovem várias ações e um gasto elevado de energia.
• Tem como objetivo integrar um grupo para trabalharem juntos e que tenham uma cooperação para chegarem a um objetivo.

JOGOS COOPERATIVOS X COMPETITIVOS:

A diferença principal entre jogos competitivos e cooperativos é que nos jogos cooperativos todo mundo coopera e todos ganham e estes jogos eliminam o medo e o sentimento de fracasso. O principal objetivo seria criar oportunidades para o aprendizado cooperativo e prazeroso (ORLICK, 1989, p. 123).

JOGOS COOPERATIVOS X COMPETITIVOS

A diferença principal entre jogos competitivos e cooperativos é que nos jogos cooperativos todo mundo coopera e todos ganham e estes jogos eliminam o medo e o sentimento de fracasso. O principal objetivo seria criar oportunidades para o aprendizado cooperativo e prazeroso (ORLICK, 1989, p. 123).

JOGOS DE TOQUE E CONFIANÇA

• Ajudam os participantes a perceber como lidam com a confiança no seu cotidiano.
• Devem ser feitos depois dos Jogos de quebra-gelo e integração. 
• Eles devem ser realizados com bastante cuidado.

JOGOS DE CRIATIVIDADE E SINTONIA

• Estimulam a criatividade e a intuição.
• Momento de se perceber para perceber o outro.
• Está focado no entretenimento.
• Contribui para momentos de lazer, socialização e recreação.

JOGOS DE FECHAMENTO

• Os participantes estabelecem uma ponte entre o jogo e a vida.
• Momento de se posicionarem em relação ao grupo e a si mesmo, transferindo o que foi vivenciado para a vida.

HABILIDADES DESENVOLVIDAS:

• Intelectuais: imaginar, perguntar, decidir.
• Físicas: falar, ouvir, escrever.
• Pessoais: alegria, compreensão, sinceridade.
• Interpessoais: encorajar, explicar, ajudar.
• Em relação aos outros: respeito, paciência, apoio.

VEJA TAMBÉM